Luz natural na Arquitetura

A utilização da luz natural na arquitetura vai além da economia de energia. Pode criar formas dinâmicas, uma vez que a incidência dos raios solares muda ao longo do dia, e do ano.

Mediateca de Seattle

Podemos (e devemos!) tirar partido da luz solar na hora do projeto. Se queremos alto contraste, com uma iluminação mais cenográfica, deixamos a luz incidir diretamente, mas se a ideia é apenas iluminar, a opção é trabalharmos sem muito contraste entre luz e sombra, e sem muitas variações ao longo do dia, explorando a luz difusa. Ambas as soluções são interessantes, e dependem primordialmente do uso do espaço. Vale lembrar que os raios solares, além da luz, vêm acompanhados de calor!

Ceasa Porto Alegre - Maximiliano Fayet, Cláudio Luiz Araújo e Carlos Eduardo Comas + Eladio Dieste

Residência FT Reinach - Mendonça Arquitetos

Por isso a importância da orientação solar na hora de projetar. Ficar de olho na distribuição dos cômodos no projeto de acordo com sua função é o primeiro passo do estudo preliminar.

Casa Jurerê Internacional - Pimont Arquitetura

Casa Pátio - Joe Adsett Achitects

O mais importante? Eficiência e estética devem estar alinhadas para um bom resultado!

Pinacoteca - Paulo Mendes da Rocha

Atualmente temos várias ferramentas e softwares de projeto para simular estudos de calor e incidência solar. Assim é possível prever e controlar o resultado que buscamos. Fale com seu arquiteto! Ele terá uma boa solução para você.


Posts Em Destaque
Posts Recentes